Michaelis ontem

“O Jardim nasceu na colônia de férias de julho de 1993 e em dezembro eu fiquei grávida. E aí nos perguntamos: “Como vamos fazer?” Importante falar disso. Este é um dado que eu gosto: Quando a gente estava procurando imóvel, eu estava para casar e procurando casa para morar. A Zuleide falou: “Paula, porque você não faz na sua casa? Faz o seu Jardim e a gente se matricula lá”. Eu disse: “Não, Zuleide, não vou fazer. Porque o meu desejo e o do grupo é que o Jardim não tenha dono. Esse é o caminho mais fácil, mas a gente vai fazer o mais difícil. O importante é que a gente funde um Jardim que não seja nosso. Que ele possa viver nessa cidade como um templo da educação para todas as famílias que nos anos futuros também desejarem esse impulso para os filhos deles.”

Paula Levy
Professora-fundadora da Michaelis

Era uma vez…

Era uma vez um jardim de infância, ou melhor, era uma vez sete famílias que tinham um sonho para suas pequenas crianças: um espaço que, simplesmente, combinasse com a infância!

Essas famílias haviam se conhecido na creche Arte no Quintal, cuja dona, Elizabeth Linhares, acalentava o sonho de transformá-la em Jardim Waldorf e, para tanto, trouxe uma professora de São Paulo, com esta formação.

Pouco tempo depois, a creche fechou as portas, mas a ideia já as havia conquistado a todos, era o que elas queriam para seus filhos dali em diante. Então, uniram suas forças à da professora e começaram um pequeno jardim, em 1993.

Ele floresceu e houve a necessidade de um espaço maior. Foram então acolhidos pela Comunidade de Cristãos, no alto da Glória, Rio de Janeiro, onde viveram como “um pequeno segredo” no alto da ladeira…

Até que chegou uma hora em que esse grupo de pessoas sentiu a necessidade de “descer para o mundo” e ganhar a autonomia com as próprias pernas. Assim, instalaram maternal e jardim de infância no bairro de Botafogo, onde mais e mais famílias puderam descobrir um novo fazer pedagógico.

O pequeno segredo cresceu e, em 2009, a primeira turma do Ensino Fundamental foi inaugurada. Hoje, o Jardim-Escola Michaelis tem capacidade para matricular até 180 alunos, nas duas casas.