Berçário

Berçário

Turno disponível: manhã e tarde
Idade dos alunos: a partir de 1 ano e 3 até 2 anos
Local: Rua Principado de Mônaco, 134 – Botafogo

O berçário da Michaelis é um grande colo formado por professoras amorosas que assumem, junto às famílias, a missão de cuidar e acompanhar estas crianças que acabam de chegar ao mundo.

Com profundo respeito à infância e um olhar embasado na Antroposofia, sabemos que esta é a fase em que a criança desenvolve o andar, o falar e o pensar, e por isso cuidamos para que ela tenha o espaço necessário para o desenvolvimento do equilíbrio e do tato, com uma observação atenta das professoras.

No berçário da Michaelis, prezamos por um ritmo diário de brincar dentro, brincar fora, alimentação, banho e sono, gerando segurança para que os bebês se sintam confiantes diante deste mundo e possam se desenvolver plenamente em seus potenciais, sempre com muito amparo e amor.


Matrículas Nova

Matrículas

A Pedagogia Waldorf é considerada pela UNESCO “o modelo de pedagogia capaz de responder aos desafios educacionais do nosso tempo.”
Agende uma visita!


    Manhã (7h45 às 12h15)Tarde (13hàs 17h30)Ampliado (7h45 às 15h15)Integral (7h45 às 17h30)Só almoço


    manhãAmpliado tarde

    SimNão

    JardimFundamental

    SimNão


    Fotos 2019

    Querida Comunidade Educadora Michaelis,

    Repetindo o sucesso dos anos anteriores, oferecemos às famílias a oportunidade de guardarem como lembrança a foto de turma do ano de 2019.
    Agradecemos a Felipe Borges, fotógrafo profissional e pai do 3º ano, que, gentilmente, se voluntariou para fazer este registro, e aos membros da
    nossa Comissão de Comunicação que trabalharam para fazer esse projeto acontecer.

    As fotos só podem ser encomendadas por meio deste formulário.

    Aproveitem!

    1. As solicitações devem ser feitas, necessariamente, através deste formulário até 06/12/2019.
    2. As fotos serão impressas no tamanho 20 x 30 cm e só serão feitas mediante o pagamento
    3. Valor das fotos:
      Estamos propondo três opções de valores para acolher as possibilidades de cada família, entendendo que, na medida da abundância de cada um, podemos colaborar para a inclusão de todos. Desta forma, pedimos que escolha uma das opções abaixo:
      R$20,00 solidário
      R$30,00 justo
      R$40,00 ideal
    4. O pagamento poderá ser realizado via PagSeguro com cartão de crédito ou boleto.
    5. As fotos serão entregues junto aos relatórios de cada aluno na conclusão do ano letivo.
    6. Escolha quantas cópias impressas desejar.

    Lembramos que, além de arcar com os custos de produção, o excedente da verba recolhida será destinado para nossa escola.

    Esperamos que desfrutem das lindas fotos das crianças! Qualquer dúvida ou sugestão, falem conosco: comunicacao@michaelis.org.br

    Com carinho,

    Comissão de Comunicação

    1º ano

    Prof: Larissa

    Nothing found.

    2º ano

    Prof: Paula

    Nothing found.

    3º ano

    Prof: Thassia

    Nothing found.

    4º ano

    Prof: Adriana

    Nothing found.

    5º ano

    Prof: Vivian

    Nothing found.

    Maternal Jabuti

    Prof: Michelle

    Nothing found.

    Jardim Beija-flor

    Prof: Isabel

    Nothing found.

    Brotos do nosso Jardim

    Prof: Renata

    Nothing found.

    Sementes do Jardim

    Prof: Thamires

    Nothing found.

    Nothing found.


    Créditos

    Créditos

    “Salutar só é quando no espelho da alma humana se forma a comunidade inteira, e na comunidade vive a força da alma individual. Eis o princípio da ética social”. Rudolf Steiner. 

    Este site foi feito pelos pais e mães desta comunidade associativa, comprometidos em juntar esforços para mostrar a riqueza que faz desta Pedagogia Waldorf o caminho elegido para confiar a educação das crianças e conviver em grupo, pouso também para as famílias.

    Agradecemos as contribuições de: André BethlemAndréa Blum, Angélica Carvalho, Bernardo Leitão, Dandara Guerra, Felipe Borges, Juliana Assunção, Marcus Handofsky,  Mariana Guimarães, Mauro Samagaio e Nirvana Prem.


    Apoie esta ideia!

    Apoie esta ideia!

    Doações

    Assim como no passado um dia crescemos com a abertura do Ensino Fundamental I, nosso objetivo é continuar crescendo e iniciar também o Ensino Fundamental II.

    Contamos com um grupo de associados trabalhando intensamente para realizarmos mais esta conquista e acreditamos que em breve começaremos mais esta caminhada.

    Se você, pai ou responsável, tiver interesse em participar deste processo, vá até a secretaria da escola e se informe sobre as comissões envolvidas nesta produção ou faça uma doação. Toda colaboração é bem-vinda.

     

    Participe!

    Associação Pedagógica Antroposófica Michaelis do Rio de Janeiro

    CNPJ: 04.003704/0001-79
    Banco Itaú: 341
    Agência: 0842
    CC/C: 41793-3


    Como somos

    Somos uma escola associativa

    Nossa organização

    Somos uma escola associativa sem fins lucrativos e nosso modelo de autogestão é orientado pelos princípios de liberdade, igualdade e fraternidade, que o pensador da antroposofia, Rudolf Steiner, chamou de trimembração social, inspirado nos conceitos prementes da Revolução Francesa.Este termo, transliterado ao ser traduzido para a língua portuguesa, indica que a sociedade e as organizações sociais devem se estruturar em três organismos, considerando que todo ser humano desenvolve suas habilidades e necessidades na interação com os outros seres.

    Baseada nessa proposta da trimembração social, a Escola Waldorf se organiza sobre um tripé composto pelas seguintes esferas:

    • Corpo Docente
    • Conselho de Famílias
    • Mantenedora da escola (APAM-RJ)

    O Corpo Docente

    O professor é a figura de referência para a criança. É ele que procura alimentar o desenvolvimento saudável de sua classe acompanhando-a diariamente ao longo de alguns anos. É através dos professores que os princípios da Pedagogia Waldorf se tornam práticas vivas no cotidiano escolar.

    O Corpo Docente é composto por todos os professores da escola, sejam eles de classe, de matéria, auxiliares de turma ou mediadores. Todos os professores de classe e de matéria são formados ou estão em processo de formação em Seminários de Pedagogia Waldorf. O colegiado de professores trabalha a identidade pedagógica da escola em reuniões semanais. Nessas, acontecem debates e decisões relativas ao dia a dia escolar, reflexões sobre classes e alunos, além de estudos e práticas artísticas pertinentes à Pedagogia Waldorf.

    Entre os professores de nossa escola, é eleita bienalmente, pelos docentes, a Coordenação Pedagógica, composta por um grupo de professores de ambos os segmentos que, juntos, formam a Interna Pedagógica. Esta tem como atribuições zelar pela identidade pedagógica da escola, auxiliar nas demandas entre pais e professores e demais processos relativos ao âmbito pedagógico, além de fazer a interface com a mantenedora e gestão administrativa da escola.

    O Conselho de Famílias

    No modelo associativo de gestão de nossa escola, o engajamento e a representação das famílias é fundamental para o seu bom funcionamento e para a criação de uma Comunidade Escolar que partilha do ideal de uma educação Waldorf.

    O Conselho de Famílias é um espaço de reflexão e articulação dos pais e responsáveis para as ações a serem realizadas na escola. Acolhe as famílias, constrói o trabalho voluntário nas comissões, apoia a gestão escolar e o corpo docente, identifica possíveis colaboradores, articulando sua participação, e busca o estudo da Antroposofia.

    Nas comissões de trabalho, as famílias podem colocar os seus dons a serviço da comunidade, atuando em diversos âmbitos, de acordo com as demandas e prioridades da escola.

    Em nossa escola as ações desenvolvidas estão distribuídas nas seguintes frentes:

    • Comunicação: conteúdo para site, redes sociais, fotos, informativos, entre outros;
    • Prática Econômicas: grupo que debate a suplementação econômica, quando necessário, às famílias e demais apoios e movimentos econômicos;
    • Produções Artísticas e Eventos: trabalha em prol da realização das festas, eventos, bazares e vivências, que são realizados anualmente pela escola, muitos dos quais compõem o currículo escolar;
    • Segurança e Manutenção: visa os cuidados nas nossas sedes em prol do bem-estar da comunidade;
    • Aprofundamento: envolve a construção de um calendário anual de cursos, palestras e atividades em torno do conhecimento da antroposofia, pedagogia waldorf e temas afins;
    • Cenários: frente que trabalha pela expansão da escola e na busca por uma sede própria, entre outras demandas.

    A Mantenedora da escola

    A APAM-RJ é uma entidade sem fins lucrativos, juridicamente constituída, responsável pela parte administrativa da escola, que zela pela transparência na gestão administrativa, financeira, jurídica e de recursos humanos, e que cuida para que os processos de gestão sejam instituídos e desenvolvidos conforme a necessidade da comunidade escolar.

    A associação tem o compromisso de promover anualmente uma Assembleia Geral Ordinária, aberta a todos, na qual são apresentados o balanço anual, propostas a serem implantadas a longo, médio e curto prazos para o ano, e aclamados os novos membros associados. Entre os associados estão professores, pais, funcionários e amigos da escola comprometidos em preservar e fomentar a Pedagogia Waldorf no Rio de Janeiro.

    Sua gestão é feita por uma diretoria, composta por cinco membros diretores e três conselheiros fiscais, eleitos para cargos de dois e três anos de vigência, respectivamente, em trabalho voluntário/sem remuneração.

    Os familiares poderão, em liberdade, escolher se associar à mantenedora e contribuir anualmente com um valor determinado, com três opções de faixas sugeridas. Ser associado formaliza o vínculo com a escola de forma a colaborar com um fundo para despesas da mantenedora e, sobretudo, conferindo direito de voto nas assembleias, onde grandesdecisões sobre a escola são tomadas, e de se candidatar aos cargos que compõem a diretoria.

    Interna Ampliada

    Sabendo da importância do diálogo entre esses três organismos no dia a dia da condução da escola, no Jardim-Escola Michaelis criou-se o grupo Interna Ampliadapara fazer a interface entre o âmbito pedagógico, administrativo e familiar, de forma a viabilizar o atendimento às necessidades cotidianas da escola.


    Currículo Waldorf

    Currículo Waldorf - Características do Ensino Fundamental Waldorf

    Professor de Classe

    Os alunos permanecem com um mesmo professor de classe do 1º ao 8º ano, ou seja, até atingirem os 14 anos de idade. O professor de classe é apoiado por outros professores, nas aulas de línguas e de artes, podendo, também, ser assessorado nas matérias da área científica como física e química, assim como no desenho projetivo. Um forte relacionamento se desenvolve entre as crianças e o professor de classe, bem como entre elas mesmas. O professor torna-se capaz de conhecer cada criança, em profundidade, e, então, responder às necessidades educacionais e formativas de cada uma. Dá-se grande ênfase ao relacionamento de confiança entre professores e pais.

    Música

    O ritmo diário – e o do ano – levam a marca da música. Aulas de canto e flauta começam, já no primeiro ano. A partir do terceiro ano, são iniciadas as vivências de violino, viola e violoncelo e, do quinto ano em diante, as crianças podem começar a formar a futura orquestra da Escola.

    Trabalhos Manuais

    O trabalho manual dá à criança que o executa o sentimento real de independência. Se uma criança é capaz de fazer o próprio pão, tecer uma roupa que possa utilizar, fabricar utensílios e cuidar de uma planta que dará frutos, ela se sente muito mais segura no mundo. Além disso, a prática/ensinamento de tricô, crochê ou tecelagem, trabalhos de escultura, marcenaria e o uso de metais, levam os meninos e as meninas a desenvolverem habilidade manual que, através do estímulo das terminações nervosas digitais, incentiva faculdades mentais como a capacidade de discernir e julgar; trabalha a concentração e, além de atuar como educação estética, faz nascer um pensar mais criativo. As exigências profissionais, contrariamente ao que possa parecer, não são satisfeitas por uma aprendizagem focada em matérias específicas. Pelo contrário, estará mais apto, até mesmo, para profissões altamente especializadas, aquele jovem, cujo conjunto de faculdades é desenvolvido, harmoniosamente, sem qualquer especialização prévia.

    Ensino em Épocas

    Na Pedagogia Waldorf, toda a grade curricular indicada pelo MEC é cumprida. A diferença é que, ao invés de utilizar a divisão das matérias em aulas de 45 minutos distribuídas durante a semana, utiliza-se o esquema de “Aulas Principais” e “Ensino em Épocas”. Nesse sistema, matérias que requerem muita descrição narrativa podem ser abordadas em profundidade, todas as manhãs, por três ou quatro semanas, em períodos de 110 minutos, sendo iniciadas com retrospectiva da aula anterior. Após essas semanas, o aprendizado é, então, levado ao “esquecimento”, ou seja, deixa-se o conteúdo descansar na criança. Enquanto este conteúdo decanta, uma nova matéria se inicia e, mais tarde, 4, 8 ou 12 semanas depois, retorna-se ao assunto, para resgatar o que ficou sedimentado e acrescentar novos conteúdos. Através do conhecimento do desenvolvimento infantil, o professor busca atingir o que vive no íntimo de cada fase, mantendo assim, acesa a chama do entusiasmo na criança. Este método leva à consolidação e aprofundamento da matéria em questão, sem que se perca o interesse pelos estudos.

    Currículo inter-relacionado horizontal e verticalmente

    O currículo reconhece as necessidades da criança em crescimento/desenvolvimento. Todas as matérias curriculares são integradas, num ensino que compreende a informação como um dos meios para a formação e que visa desenvolver a criatividade, a imaginação e a integração social. A forma como a matéria é dada, respeita a individualidade de cada criança. Não no sentido de um ensino particular, dentro da sala de aula, mas no sentido de respeitar possíveis dificuldades e, conhecendo o aluno, criar caminhos para que ele possa aproximar-se dos resultados obtidos pela classe, como um conjunto.

    Linguagem

    (Fala, Escrita e Leitura): A linguagem está no centro da pedagogia Waldorf. Sem ela, o próprio pensar não seria possível. A articulação dos sons está entre os grandes componentes do desenvolvimento humano. Logo em seguida, a auto-compreensão do indivíduo nasce, embora de uma forma ainda muito sutil. O ensino da gramática, espaçado sobre vários anos, começa na idade de 9 anos, quando a criança aprende porquê e para quê se fala de determinada forma. Ao mesmo tempo, a língua é trabalhada como instrumento de expressão e intencionalmente cultivada por meio de poesias, contos de fada, narrações, dramatizações, etc.  Daí resulta, paulatina, mas seguramente, uma sensibilidade para o estilo, para a beleza da língua. As grandes obras da literatura – e a própria história da literatura – completam, nas últimas séries, o domínio consciente desse grande veículo de expressão do espírito humano.

    História

    Nos primeiros anos, os alunos percorrem pela vivência de contos de fada, lendas e mitos, a maneira de pensar e sentir de épocas passadas. No quinto ano, começa o ensino de história das velhas civilizações da Antiguidade, estabelecendo relações entre elas e os tempos modernos e atentando para o que ainda permanece. Até o fim do Ensino Fundamental, os alunos irão percorrer, uma vez, a história toda. A partir do nono ano, o estudo das ideias, das relações e correntes históricas começa a substituir as imagens anteriormente trabalhadas. No ensino médio, retoma-se o estudo sistemático, desde a Antiguidade, mas desta vez são os fatores sociológicos, geográficos, climatológicos e outros que recebem ênfase cada vez maior. No último ano, os alunos recebem noções de casualidade histórica e algumas das grandes teorias da filosofia, para que deixe a escola capaz de situar cada época, em particular a presente, no contexto da evolução e de fazer indagações coerentes sobre causas e relações que possam explicar o “porquê” dessa evolução.

    Geografia

    É considerada em seu relacionamento com as diversas civilizações, com o habitat do homem (zoologia, botânica) e com as condições geológicas e climatológicas. O professor procura, sempre, contato com a realidade, para evitar qualquer abstração. A partir do quarto ano, os alunos fazem um pequeno mapa de seu ambiente imediato, alargando-o, em círculos concêntricos, para regiões mais afastadas, até que possam abarcar países inteiros e a Terra toda. As condições de vida, fatores econômicos, e mais tarde, a etnologia, as vias de comunicação, assim como fatores físicos, químicos e também a astronomia entram no campo de estudos. Desta forma, a geografia permanece concreta e viva, e fica ao alcance da compreensão dos alunos, dentro da sua faixa etária.

    Línguas Estrangeiras

    É por imitação que as línguas estrangeiras são introduzidas, sem qualquer apelo ao intelecto. Não são feitas traduções. O ouvido da criança é acostumado a ouvir a língua estrangeira, constantemente, e ela aprende com o que resta das mesmas forças com as quais aprendeu sua língua materna, ou seja, as forças da imitação. Quando a criança alcança 9 a 10 anos de idade, a situação muda. Nesse período a consciência entra em função. E a escrita e a gramática são, pouco a pouco, introduzidas.

    Matemática e Geometria

    O ensino parte da qualidade intrínseca de cada número, o que o aproxima da realidade, mantendo o calor humano, que a criança ainda necessita, sem exigir abstrações logo de início. Através do corpo e seus movimentos, é que os primeiros elementos da matemática devem ser assimilados. Assim, o aprendizado se faz mais alegre e atua em maior profundidade, o que acaba, de vez, com a má reputação da matemática. Propostas estéticas, como a tabuada que traça desenhos geométricos em suas relações numérico-espaciais, são muito bem aceitas e ajudam a criar vínculo entre ambas. Outra diferença fundamental é que no método tradicional de ensino usa-se o sistema sintético (5+7=?). Na pedagogia Waldorf utiliza-se o sistema analítico (12=?+?) Qual a diferença? No sintético apenas uma solução existe; 5+7=12. No método analítico, o ponto de partida é o todo: 12. A fantasia pode inventar um grande número de soluções, todas corretas: 5+7, 10+2, 6+6, etc. Ao introduzir as outras operações teremos: 12=3×4, 2×6, 2×5+2, 3×5-3. Quais as vantagens?

    • A fantasia traz uma intensa atividade mental. Os alunos se entusiasmam, o mundo árido dos números se transforma em campo de jogo.
    • Entra um elemento de liberdade, precursor da liberdade do pensamento. Na operação 5+2=7, não se abrem opções para o raciocínio.
    • Todos os alunos podem colaborar e têm uma chance maior de conseguir um resultado correto. Pelo número de soluções, que cada aluno é capaz de dar, o professor tem um excelente recurso para avaliar seus alunos, sem traumatizá-los.

    Matérias Científicas (Ciências)

    No Ensino Fundamental, a zoologia, a botânica, a mineralogia, a química, a física e a astronomia trazem o mundo para dentro da classe, abrindo os olhos dos alunos para ele. Dentro das ciências, o importante será apresentar, antes, os fenômenos para, apenas no dia seguinte, apresentar a explicação que, assim, não ficará tão abstrata. No Ensino Médio, o ensino de ciências continua. Traz-se um esquema um pouco mais intelectualizado, quantificado, porém incluindo, sempre, os aspectos qualitativos, que abrem perspectivas mais amplas e sempre ligando o saber ao seu centro natural, que é o homem. O enfoque é, ao mesmo tempo, científico e humano, exato e vivo.

    Euritmia, uma Arte do Movimento

    Busca a essência da expressão artística através da harmonia entre som e movimento. Ao trabalhar sempre com obras de arte literárias e musicais, a Euritmia acompanha a criança, do Maternal ao Ensino Médio da escola Waldorf, contribuindo para o desenvolvimento sadio do indivíduo. Além de Euritmia, a partir do 3º.ano; há jogos e brincadeiras lúdicas, saltos de distância e altura,.etc. até chegar à Ginástica Bothmer, composta de exercícios físicos criados com o intuito de levar o jovem a vivenciar o espaço, em toda a sua dimensão.

    Avaliação

    Busca a essência da expressão artística através da harmonia entre som e movimento. Ao trabalhar sempre com obras de arO boletim das crianças não tem o formato de uma série de tópicos com itens a serem marcados pelos professores. Em vez disso, o progresso das crianças é descrito detalhadamente em boletins escritos à mão, nos quais são mencionadas as habilidades sociais e virtudes como perseverança, interesse, motivação e força de vontade. O professor conhece bem os seus alunos e, ele próprio, é capaz de avaliar o que o aluno aprendeu ao invés do aluno ter que provar o que sabe. Ao final do 1º ano – e nos anos subseqüentes – o professor escreve um verso no boletim, exclusivo para cada aluno, pensando nas potencialidades a serem desenvolvidas no ano seguinte. Ao recitar esse verso, em determinado dia da semana, durante o ano escolar, aluno terá nele um incentivo para alcançar a meta proposta, sutilmente, pelo seu querido professor.te literárias e musicais, a Euritmia acompanha a criança, do Maternal ao Ensino Médio da escola Waldorf, contribuindo para o desenvolvimento sadio do indivíduo. Além de Euritmia, a partir do 3º.ano; há jogos e brincadeiras lúdicas, saltos de distância e altura,.etc. até chegar à Ginástica Bothmer, composta de exercícios físicos criados com o intuito de levar o jovem a vivenciar o espaço, em toda a sua dimensão.

    Inserção social

    Alunos Waldorf são, comumente, selecionados pelas melhores universidades do mundo, pois considera-se que adquirem capacidade de aprendizado e concentração criativa, acima da média. Diversos ex-alunos Waldorf estão, hoje, em altos cargos, em empresas no Brasil e no exterior. Outros tantos, atuam na área da medicina, da farmacologia, da biodinâmica, e muitos, também optaram – por vocação – por lecionarem em escolas Waldorf. O sucesso da inserção social do aluno Waldorf é comprovado por pesquisas. Um exemplo é a pesquisa recente realizada entre 125 ex-alunos da Escola Rudolph Steiner, de São Paulo, cujos resultados são, resumidamente, apresentados abaixo:

    1. a.   100% dos alunos, que prestaram vestibular, foram aceitos, sendo 91% na primeira tentativa; 68% entraram em faculdades de primeira expressão;
    2. b.   92% completaram, com êxito, o ensino superior;
    3. c.   99% estão atuando no mercado de trabalho, em diversas áreas de concentração. Apesar do currículo Waldorf se utilizar fortemente da arte, apenas 12% dos alunos formaram-se em carreiras artísticas.

    Pesquisas realizadas em outros países apontam para resultados similares (ver http://www.waldorfresearchinstitute.org/waldorfed.html).

    Revisado por D. Edith Asbech


    o dia a dia na escola

    Berçário

    Turnos disponíveis: manhã e tarde
    Idade dos alunos: a partir de 1 ano e 3
    Local: Rua Principado de Mônaco, 134 – Botafogo

    O berçário da Michaelis é um grande colo formado por professoras amorosas que assumem, junto às famílias, a missão de cuidar e acompanhar estas crianças que acabam de chegar ao mundo.

    Com profundo respeito à infância e um olhar embasado na Antroposofia, sabemos que esta é a fase em que a criança desenvolve o andar, o falar e o pensar, e por isso cuidamos para que ela tenha o espaço necessário para o desenvolvimento do equilíbrio e do tato, com uma observação atenta das professoras.

    No berçário da Michaelis, prezamos por um ritmo diário de brincar dentro, brincar fora, alimentação, banho e sono, gerando segurança para que os bebês se sintam confiantes diante deste mundo e possam se desenvolver plenamente em seus potenciais, sempre com muito amparo e amor.

    Educação Infantil

    Maternal

    Turnos disponíveis: manhã e tarde
    Idade dos alunos: 2 a 4 anos
    Local: Rua Principado de Mônaco, Botafogo

    O nome Maternal vem de mater (mãe, em latim) e, dentro do olhar da Pedagogia Waldorf, esse termo indica acolhimento à criança: a professora inspira-se na qualidade do papel da mãe sem, no entanto, colocar-se no lugar da própria. As idades dos pequenos vão de dois a quatro anos , período em que necessitam da presença marcante de suas mães. Por isso, um dos focos mais importantes do Maternal, além da segurança propiciada pelo vínculo com a criança, é criar uma atmosfera tranquila e alegre, que deve reinar na sala como se fosse uma extensão de sua casa, irradiada a partir da postura interior do educador.

    As atividades propostas dentro da sala favorecem tudo aquilo que liga as crianças a tarefas habituais da casa as quais, aos poucos, ensaiam em suas brincadeiras. Então, saboreiam, em comunhão, lanches de frutas e cereais integrais e participam, espontaneamente, destes afazeres. A música permeia e conduz o Maternal. Enquanto canta docemente, a professora mantém o olhar atento, a cada criança.

    Jardim de Infância

    Turnos disponíveis: manhã e tarde
    Idade dos alunos: 4 a 6 anos
    Local: Rua Principado de Mônaco, Botafogo

    Quando a Pedagogia Waldorf pensa em educação infantil, cria um ambiente à imagem e semelhança da casa, seguro e confortável, com uma cozinha dentro da sala de aula para os momentos de cultivo ao preparo do alimento, e com objetos naturais dispostos para a exploração da imaginação da criança.

    Busca-se cuidar da infância como um espaço sagrado, onde a criança descobre estar viva, pulsante, respirando o mundo. Onde se alimenta do mundo a todo momento com seus sentidos; onde alimenta esse mesmo mundo com sua força criativa e potencial de liberdade. Onde a criança experimenta conhecer o mundo e seus limites a partir do próprio corpo. Onde cada criança é reconhecida como um ser individual, único, esperando que possamos abrir caminhos para que desenvolvam suas potências.

    Nossa rotina se inspira nos ritmos da natureza, nos movimentos de concentração e expansão, criando uma base segura para a criança e seus processos orgânicos. A proposta é que a escola seja sentida pelos pequenos como um prolongamento do lar, onde as crianças, de forma rítmica, brincam, dentro e fora da sala, com brinquedos naturais, e em liberdade.

    Aqui se respeita o tempo da criança e o ritmo cadenciado entre um brincar livre e um brincar dirigido, entre um brincar dentro e outro fora, entre movimento ativo e descanso, sempre evoluindo na toada como de uma respiração, que expande e contrai. Assim como o corpo mantem-se equilibrado com essa dinâmica, o aprendizado acompanha este ritmo.

    Desta forma, há o tempo do brincar dentro, quando cria-se um ambiente propício para a criança experimentar sua imaginação, com pedaços de tecidos, brinquedos de madeira, objetos naturais, como tocos, sementes, folhas, caroços de frutas secas, cascas, entre outros, e um brincar fora, também com possibilidades de investigação da natureza e do próprio corpo da criança, que é convidada a viver brincadeiras na areia, na natureza, com balanços e escaladas, com objetos reais, naturais, um convite a experimentar a potência da vida.

    Em sala, há também brincadeiras dirigidas, como a culinária, com a atividade principal semanal do fazer o pão, trabalhos manuais, desenho e aquarela, música e contação de histórias. Diariamente oferecemos uma alimentação orgânica a base de cereais, frutas e legumes.

    As crianças ajudam a professora a preparar o lanche, limpar a louça, varrer, costurar e tecer, a partir – principalmente – da imitação com a qual ela realiza essas tarefas, e de acordo com a possibilidade de cada faixa etária.

    A música, o canto e os contos de fada compõem essa atmosfera benéfica, e poética, na qual a criança pode se formar integralmente.

    Ensino Fundamental

    Fundamental I

    Turno disponível: manhã
    Idade dos alunos: 6 a 11 anos
    Local: Rua Visconde de Caravelas, Botafogo

    No Ensino Fundamental, a grande porta para o processo educativo é o sentir. É através da vida de sentimentos e fantasia da criança que todo conteúdo escolar é vivenciado. Português, matemática, línguas, estudos da natureza e da humanidade são permeados com práticas artísticas, apresentados através de jogos rítmicos, histórias e músicas e desenvolvidos pelas mãos das crianças. O professor de classe acompanha seu grupo de crianças do primeiro ao quinto ano, construindo um forte vínculo de amor e confiança com crianças e famílias, procurando proporcionar um desenvolvimento saudável e integrar pensar, sentir e querer no dia-a-dia escolar.

    Nossa pedagogia dá grande valor à arte e ao fazer manual. De diversas formas, as práticas artísticas e manifestações criativas permeiam o dia a dia escolar e os conteúdos desenvolvidos em sala de aula. De acordo com a faixa etária, o currículo escolar é enriquecido por aulas de trabalhos manuais (tricô, crochê, ponto-cruz, tricô de cinco agulhas), música (kântele, flauta doce, instrumentos de cordas, canto), artes (desenho, pintura, aquarela, desenho de formas, teatro), movimento (jogos, educação física, euritmia*), inglês, alemão, horta e culinária.

    Turno Ampliado

    Integral para os pequenos

    Para as famílias que desejam oferecer um contraturno com atividades que atendem as necessidades da criança pequena a luz da pedagogia Waldorf, na certeza de que seus filhos terão um ritmo, atividades e alimentação adequada, essa orgânica e integral, onde comer com os colegas e docentes é um ato de amor, a Michaelis oferece o horário integral, que vai até às 17h30.

    Oficinas para os maiores

    Para este segmento, que funciona em seu horário normal no turno da manhã, de 7h30 às 12h30, a Michaelis oferece um série de oficinas de artes, que possibilita que alunos da escola ou de fora da comunidade, que desejem ter atividades do currículo waldorf e afins, com opções variadas de formatos. Vejam nossas possibilidades!

    Para crianças de 6 a 11 anos, que cursem o Ensino Fundamental na Michaelis ou em outras escolas:

    • De 12h30 às 17h30
    • Aberto ao público em geral, crianças de 6 a 11 anos
    • Opção de 1 a 5 vezes na semana
    • Opção de um último momento de acolhimento com contação de histórias, higiene, lanche e aconchego para ir à casa
    • Opção de 1 a 2 oficinas por dia + momento de acolhimento
    • Opção de apenas almoço (pacote mensal e vagas limitadas)
    • Almoço orgânico incluído com opção de proteína animal korin
    • Mínimo de 4 crianças por oficina

    Calendário semanal das Oficinas

    Oficina 1 – 13h30min às 14h30min

    Segunda-feira
    Circo

    Terça-feira
    Trabalhos manuais

    Quarta-feira
    Jogos populares

    Quinta-feira
    Teatro

    Sexta-feira
    Culinária

    Oficina 2 – 15h às 16h

    Segunda-feira
    Teatro

    Terça-feira
    Musicalização

    Quarta-feira
    Circo

    Quinta-feira
    Jogos teatrais

    Sexta-feira
    Circo

    Inscrições e informaçõesoficinasfundamental@michaelis.org.br 


    Fale conosco

    Fale conosco

    Olá! Preencha o formulário abaixo e fale conosco!


      Contatos diretos

      Matrículas/Agende uma Visita
      matricula@michaelis.org.br

      Secretaria escolar
      secretaria@michaelis.org.br

      Trabalhe conosco
      coordenacao@michaelis.org.br

      Diretoria da Mantenedora da escola (APAM-RJ)
      diretoria@apamrj.org.br